Archive for the ‘Comportamento’ Category

Pegando carona no post da amiga Vanessa, apresento um tutorial com dicas de como se livrar dos cafajestes e cafajestas. Ressalto que nas entrelinhas você vai perceber a triste realidade de que ele “Não está tão afim de você”. Dessa forma esclareço que isso é o que caracteriza o cafajeste, pelo dicionário “Que é desprezível ou de baixa condição”. Por isso, torna-se agravante ao cafajeste alimentar no outro sentimentos que já sabem que não corresponderão. Estou escrevendo no feminino, mas lê-se também no masculino.

1 – Seja valiosa! Mas não finja ser, seja.  Se ame, se valorize. Não queira com ele só o que ele também só quer com você! Ele sabe o que você quer, resista! Você e ele valem muito mais do que apenas momentos. A sua atitude de não se valorizar e de não valorizá-lo, reforça essa desvalorização do outro ser. No fundo, todo mundo quer ser valorizado pelo que é no interior e não pelo superficial.  Você é uma obra de arte valiosa, ninguém compra uma obra dessa por um preço barato.  E então, alguns cafajestes já foram descartados, tem várias gostosinhas mais fáceis que você.  Se você se valorizou, vá para o item 2, se não, pule para o item 5.

2 – Ele vai insistir, você vale pelo menos mais uma tentativa, afinal, ele ainda não te conheceu, ele pensa que você só está se fazendo de difícil! E a mensagem só custa R$0,50, ilimitada! Então se conheçam na segunda… Continue firme, sendo você! Conheceu? Agora você vai descobrir! Se houver uma terceira vez, siga para o próximo passo. Se não, parabéns! Você eliminou um cafajeste nível máximo! Nenhum cafajeste vai insistir por muito tempo, tem várias gostosinhas mais fáceis que você. E aí você já vai ver ter visto que ele não é tão gostoso que teria valido a pena. Se você se valorizou, vá para o item 3, se não, pule para o item 5.

3 – Chegou nessa? Pode ser um bom sinal. Você continua firme e forte? Se sim, já virou uma amizade.  Se não, amanhã você já vai saber! Você não é tão gostosa que valha o trabalho, tem várias gostosinhas bem mais fáceis que você. Se você se valorizou, vá para o item 4, se não, pule para o item 5.

4 – Quatro???? Agora ele já te entendeu e gostou do que viu. Parabéns! Ele já não está mais interessado no que ele estava no item 1, ele está mais interessado em você! Em conversar, ir ao parque, ver um filme. Mas se ele ainda estiver no nível 1, acorda! Você acaba de eliminar um cafajeste! Se o telefone não tocou no outro dia, não se sinta mal por não ser tão gostosa que não valha a pena o trabalho, nenhuma é! Ele não tem o devido valor para pagar pelo seu preço, ninguém pode dar o que não tem! Teria que trabalhar muito, e a própria palavra diz, dá trabalho. Além do mais, tem várias gostosinhas bem mais fáceis que você! Se você chegou até aqui, pule o item 5.

5 – Resposta errada! Você é a cafajeste, ele não vai te tratar diferente do que você o trata! Volte ao item 1 e comece novamente. “Não há nada que seja maior evidência de insanidade do que fazer a mesma coisa dia após dia e esperar resultados diferentes.” Albert Einstein.

Qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência!  Brincadeira, é claro que isso é um breve resumo e cheio de exceções, há cafajestes que duram a vida inteira. Mas a lição é verdadeira. Se valorizem e valorizem as pessoas que cruzam o seu caminho, não é atoa que elas estão aí!

Não me refiro apenas a paqueras, mas colegas de trabalho, vizinhos, etc. Não olhem e nem desejem o exterior e superficial de uma pessoa, assim como você tem segredos e necessidades profundas, essas pessoas também tem. E principalmente, as pessoas não são descartáveis. Nunca, nunca trate uma pessoa como você não gostaria de ser tratado!

Filme: Ele não está tão afim de você!

*Carol Sant’Ana*

Post de hoje é sugestão de minha amiga Camila Santana…

É fato que grande parte da mulherada solteira por aí, tem uma quedinha pelos cafas… eu confesso ter todas as quedas e estou candérrimaaa disso! Mas fazer o que né minha gente, é o que temos pra hoje… kkkkkkkkkkkk

Vamos os motivos que nos fazem bem e mal ao mesmo tempo:

Existe uma lenda urbana que é muito difundida de que mulher gosta mesmo é de homem sacana e cafajeste, daquele que vem, encanta, usa, abusa e cai fora. Falo do cafajeste que faz isso quase como profissão de vida, não o casual, daquele que se resolver namorar é garantia de traição e dor de cabeça. O fato é que muitas mulheres caem na lábia do cafajeste e ficam perdidas durante anos cheias de traumas, ressentimentos e paralisia emocional – ou seja, o mito não está 100% errado. Muitas, inclusive, confessam que se pudessem manteriam o cafajeste desde que ele fosse fiel a elas. Por isso, para o post de hoje, fiz um compilado de 7 atitudes que a mulher realmente gosta de ver no cafajeste e que, muitas vezes, falta no homem bonzinho:

1. Impetuosidade

O cafajeste parece não ter medo do perigo. Ele fala, aperta e vai embora como alguém que passa numa loja experimenta o doce, dá um beijo na vendedora e não paga nada. Completamente despreendido de conseqüências, ele caminha como um atravessador de paredes. Isso soa firme e charmoso atraindo a atenção de qualquer uma pela maneira destemida de fazer as coisas. Essa liberdade parece realmente encantar o universo feminino.

Ele é firme para chegar, assim como sair.

2. Pegada

O Don Juan de verdade sabe onde e como tocar o corpo de uma mulher e levá-la à loucura. Habilidoso na lábia, ele transforma quase qualquer mulher de forno à lenha para microondas em um minuto. Faz ela sentir os ímpetos mais safados e declarar o inconfessável. Não existem obstáculos para ele – do jeito certo ele sempre chega onde quer na primeira noite. Como sua cama já contou com muitas colaboradoras, ele pôde treinar tudo o que funciona ou não para diferentes tipos de gostos e sabor.

Do mesmo jeito que ele pega forte ele larga.

3. Leveza

Existe uma certa meninice que encanta: os olhos, a boca, o jeito de interpretar o sonho mais sublime de uma mulher. Uma safadeza de menino arteiro que provoca uma vontade de ficar correndo atrás para dar umas palmadas. É aquele filho que faz presepagem tipo “pau que nasce torto” e que toda mãe adora dizer que pinta e borda. Ele age como um cachorro mal-criado que todo mundo reclama, mas adora ter por perto. Ele brinca com a realidade e sabe jogar com as situações sem ficar preso a nenhuma delas.

Com a mesma leveza que entra, ele voa.

4. Direcionamento

Parece um homem bem resolvido – sabe o que quer e onde chegar, para ele nem o céu é o limite. Sonhador ao extremo consegue envolver uma mulher no mais delicioso mundo de magia e encantamento. Promete um universo de coisas com uma certeza que assusta. Aparentemente consegue cada um das suas aventuras, viagens, passeios, baladas e isso nunca tem parada. Um parque de diversões ambulante que oferece os lugares mais inusitados para derreter um coração ansioso por sair do tédio emocional.

Ele entra na sua vida com tudo, e sai também.

5. Imprevisibilidade

O frio na barriga é a sensação mais gostosa que uma mulher quer sentir (fato). Imaginar que seu coração estará cada dia num lugar diferente e numa aventura nova deixa qualquer uma fora de si. Nada de profundidade ou segurança, o que ele oferece é diversidade, afinal ele pode aparecer na sua janela no meio da chuva às 2 horas da manhã com um buque de flores colhidas num jardim vizinho para pedir seu colo (vulgo, sexo). Muitas mulheres adorariam ser arrebatadas dessa forma.

Você nunca sabe quando ele vai embora, muito menos quando ele volta.

6. Intensidade

A intensidade com que ele chega impressiona. Convence o coração mais gelado a se abrir com sua fala ágil, gesto firme e olhar experiente e faz uma mulher se sentir singular. O modo personalizado com que trata aquela dama faz desabrochar os desejos mais antigos de “finalmente achei alguém que me entende”. Até pode acertar sua cor favorita ou a data do aniversário, não mais que isso, a memória dele não ajuda. Essa aparente confiança é digna de uma homem para a vida inteira e casamento certeiro.

A intensidade que explode no seu coração existe até virar a página dois que vai ficar em branco.

7. Poder pessoal

Esse homem parece pertencer ao mundo e não habitar um lugar fixo. Ele incita a sensação de ser disputado por todas as mulheres e estar sempre de saída para algo importante. Aquilo dá um ar de realeza e liberdade, de alguém que tem um destino grandioso. É esse gosto de disputar o manjar divino que faz com que qualquer uma se derreta e tente passar na frente de todas as outras para levantar o troféu de campeã. Ele deixa os símbolos de poder à mostra, para alguns é o cargo, outros a casa, a idade, o network (ou só a malandragem) enfim. Quando ela vislumbra tudo o que pode ter ao lado dele seu coração se enche de orgulho: “pesquei um peixão”. Essa vaidade pode custar caro.

Ele pertence a tantas, mas a nenhuma de fato (que ódioo).

Todos esses itens nos fazem chegar a uma conclusão: em essência, a busca da mulher é por aquele tipo de homem que a faça abrir para o inusitado da vida (na verdade, gostamos é de complicar as coisas). Nem questiono se a ética dele é limpa ou se ele é imaturo, infantil e mimado, isso está meio implícito quando falamos de um tipo de pessoa que joga com a vida das pessoas. São as qualidades humanas que destaco, pois com boa ou má intenção ele fisga a mulher com esses atributos que são impessoais ao provocar nela uma sensação única de SER ESPECIAL.

Insisto, não é a canalhice, cafajestagem ou traição que mulher gosta, mas de experiência incomum (rindo, gozando, vendo um novo país, sentindo emoções diferentes, apresentando nova maneira de enxergar o mundo). Quem puder oferecer isso, leva vantagem (super!). O cara bonzinho está preso em sua seriedade respeitável e não consegue avançar para além do orgulho cheio de pureza ou do seu pudor apático (esse não tem chance). Ele não ocupa os espaços que os cafajestes tomaram para si e esqueceram que boas ferramentas usadas com amor e bom senso fazem milagres!

Martin Luther King tem uma frase preciosa em seu discurso memorável que pode se aplicar aqui:“O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem-caráter, nem dos sem-ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons!” Vocês, mulheres que saborearam um distinto e inesquecível cafajeste, agora podem confirmar o que nem vocês sabiam que procuravam ao lado dele. Entenderam o que buscam? (SIMM, UMA MISTURA DE BONZINHO E CAFAJESTE! RS)

*por Vanessa Prado

Chega de pesquisa!

Posted: 28/03/2012 in Amor, Comportamento, Música

Gente! Aqui vai um desabafo…

Conheço um tantão de meninas – super interessantes -, grande parte amigas, que sofreu ou ainda sofre por causa de alguém – me incluo nessa parada (risos). A gente se ilude, se rasga, grita, chora, faz pesquisa no google em busca de uma resposta do “porque não eu?”, em busca de descobrir “o que os homens procuram em uma mulher” e por vaiii…
Resultado: não chegamos a nenhuma conclusão e nos confundimos ainda mais. Conselho mulherada: Chega de pesquisa!
Quando dizem por aí que está faltando homem no mundo, sou obrigada a concordar! Conheço uma pessoinha que vive dizendo que ela deve ser uma frigideira – não tem tampa. Ôh dó!
E pasmém! Não é falta de atitude não. A mulherada tem feito de tudo pra dar certo. Porque mulher é assim: Se ela quer, ela luta até o último fio de esperança; e se não quer, dispensa logo!
Vamos aos fatos:
Dedicamos horas e horas do nosso dia para a criatura… Ele te enrola com uns papos de que não é o momento de assumir um relacionamento mais sério, tentamos ser compreensivas, aceitamos com certa dificuldade, continuamos com o gato, nos dedicando a ele, tentando contornar a situação e por aí vai.
De repente, in the blink of an eye, caí uma menina qualquer de paraquedas na vida dele e é questão de dias para engatarem um namoro e trocarem juras de amor. E aí a gente pensa: “Deus, o que há de errado comigo?”
Hoje, uma amiga, postou um pequeno texto no facebook, que cabe perfeitamente neste post. Eis a publicação:

Quem fala “eu te amo” como se falasse “bom dia” na verdade não ama ninguém. Engana, aos outros e a si próprio. Não existe amor que não seja construído com o tempo. Essas coisas de “à primeira vista” cabem muito bem aos clichês cinematográficos ou à paixões que – com o tempo – podem até virar amor. Antigamente, os casais demoravam meses (até anos!) para dizer um “eu te amo”. Hoje, bastam duas ou três semanas. É a inversão de uma das únicas ordens que não poderia ser alterada, a do maior sentimento de todos…

Acredito numa paixão a primeira vista! Mas amor não. O amor vem com o tempo. Nos antecipamos, sim – e muito – ao dizer “eu te amo”. Eu mesma, já falei “eu te amo” inúmeras vezes, fui noiva e aqui estou, solteira há mais de três anos! Era amor? Se fosse estaria casada! Céus! (risos) Mas foi muito bom enquanto durou. Ele é uma pessoa que admiro até hoje. Só não deu certo! Paciência.

E é isso aí meninas. Não há nada de errado com vocês, comigo… Quando a pessoa certa aparecer as coisas vão fluir, sem sofrimento, sem angústias, sem noites sem dormir. Vai fluir e vai dar certo. Acreditem! Eu acredito… Deus está reservando um “barba metade” especialíssimo para nós! E ainda vamos rir muito deste post…

Para descontrair, que tal o vocalista gatinho do The Killers, Brandon Flowers?! Carinha de menino, mas tem charmee… rs

Adoro esse som!

Beijinhosss

*por Vanessa Prado

Alessandra Ambrósio e marido

Mulheres bonitas, gostam dos barbudos, sim senhô!!

A ideia é fazer um post com várias fotos para comprovar a minha tese, mas o wordpress não está colaborando.

Enquanto isso, vejam Alessandra Ambrósio, pra quem não sabe, ela só é uma das modelos top one da Victoria’s Secret, com seu marido barba e mais baixo, rs.

Bom fim de semana!!!

Kelly

Que horror, ainda estamos no comecinho de 2012 e esse “morra” no título? Calma, calma! Quem avisa, amigo é – diz o ditado. Então, meninas e meninos (vamos ser plurais), afinal o B&C é livre de preconceitos, já pensaram se o mundo acabar mesmo este ano? O que fazer?

Ir à humilde listinha do blog “501 caras que você deve pegar antes de morrer” e escolher o seu. Fácil, hein! A dica de site foi dada pela pima, Paty Fernandes, e o B&C se encarrega de espalhar.

Você tem até o dia 21 de dezembro para eleger o sortudo da relação ou perder uns cinco minutinhos com o Jack Johnson e enviar para o blog publicar. Ou seja, tempo é que não falta né, minha gente. Essa está baba demais :-p

Até o temido dia – segundo várias teorias científicas, espiritualistas e místicas – não perca as esperanças. No último minuto do segundo tempo, você pode receber uma ligação do Jhonny Deep.

OBS: O blog “501 caras que você deve pegar antes de morrer” parece ter sido invenção minha e da Srta. Isabela Mattiolli. Já escutei a frase: “Porque quando o cara é músico e barbudo, fodeu!”… sei não, acho que escutaram nossas conversas, rs.

Por K. Sato 

Estava lendo uma reportagem do portal Terra e não pude deixar de compartilhar… Até porque concordooooo muitoooo com o resultado dessa pesquisa.

“Um estudo sobre como fazer uma pessoa se apaixonar revela que um homem escutando rock suave pode ser mais atraente para uma mulher do que um que escuta jazz contemporâneo”. O estudo da revista New Scientist diz ainda que “quando você conhece um estranho, a impressão é baseada 55% em sua aparência e linguagem corporal, 38% em seu estilo de fala e simples 7% no que realmente você fala”.

A reportagem explica que há inúmeras ações que podem indicar que você gosta da outra pessoa em um primeiro encontro. Entre elas: linguagem corporal; experiências de medo conjuntas; compartilhar uma piada;  usar a trilha sonora certa (ROCK); e observar a pessoa nos olhos (ISSO CONTA BASTANTE TAMBÉM).

Que tal um rock, bebê?

Mas confesso, além do rock, se o cara curtir um blues, jazz, samba… Gosto muito!!!

*por Vanessa Prado

Rego! Que cena mais horrível, minha gente. Não sou obrigada a ver um “cofrão” num sábado à noite, né.

Tá bom, isso pode acontecer com qualquer pessoa, mas fico pensando… Será que o ser humano não sente uma corrente de ar no local? E olha que no último sábado estava bem frio, hein.

Se existisse uma moeda de cinco reais, caberia lá certinho. A de um real, não ia nem fazer cócegas no coitado do moço.

Maçante um post sobre a mesma temática logo em seguida, né? Mas é o seguinte, galera, dicas importantes:

– Se você é dono (a) de um popozão, terá maior probabilidade de mostrar o rego. Pois bem, mas não deixe de checar se a calça está certinha, no lugar, ao se sentar.

– Camisetas e blusas mais compridas são legais para abafar o problema.

– Existem no mercado tantas variações de modelos de calças, que não custa nada comprar uma peça mais adequada para seu tipo de corpo.

Lembre-se que é deselegante ficar mostrando “as coisas” por aí, tenha a certeza de que as pessoas ficarão olhando e comentando sobre você e quando saímos queremos nos divertir, ver pessoas bonitas e não uma visão do inferno como essa:

Ahh, a cueca do ser era da Lupo, rs. Mostrou demais, colega!

That’s all folks!

Por Kelly Sato